A causa não é bem estabelecida, porém alguns fatores intrínsecos ou ambientais podem estar associados à patologia:  movimentos repetitivos, postura incorreta, estresse emocional, distensão muscular, etc.

O tratamento consiste na identificação do fator causal, uso de medicamentos, acupuntura e fisioterapia. Em casos de falha de tratamento clínico ou recidiva há opção de fazer o tratamento por ondas de choque. Este é um método não invasivo em que uma onda acústica provome o aumento da vascularização em torno da lesão propiciando o alívio da dor.